HomeMaranhãoImperatriz Detentos prestam depoimento após morte por asfixia em penitenciária

Detentos prestam depoimento após morte por asfixia em penitenciária

Featured Video Play Icon

A Polícia Civil de Imperatriz descartou nesta quinta-feira (30) morte por suicídio do detento Daniel Pereira da Silva, de 19 anos, que foi encontrado na Penitenciária Regional da cidade.

Segundo nota enviada pela Secretaria de Estado de Administração Penitenciária (Seap), o detento foi encontrado em uma das celas da Penitenciária Regional com sinais de enforcamento o que poderia indicar suicídio. No entanto, o laudo do Instituto Médico Legal apontou que ele foi morto por asfixia.

O homem dividia o espaço com mais 10 internos, que foram conduzidos à Delegacia de Homicídios de Imperatriz para prestar depoimento. Segundo a polícia, a suspeita é que todos eles tenham envolvimento no crime, um dos suspeitos já afirmou ter cometido o homicídio.

O preso estava com um lençol amarrado no pescoço e outro amarrado nos braços, demonstrando que ele pode ter sido imobilizado antes de ser morto. O interno cumpria pena por latrocínio, roubo seguido de morte, e estava preso há quase um ano. As investigações seguem para saber de fato as autorias e motivação do crime.

Em nota, a Secretaria de Administração Penitenciária esclareceu que não havia superlotação na cela do detento, visto que a capacidade é de 12 pessoas. Disse ainda que todas as informações já foram passadas à Polícia Civil para esclarecer a ocorrência.