Falta de manutenção ameaça Patrimônio Histórico no Centro de São Luís

As fortes chuvas têm causado transtornos para os casarões do Centro Histórico. Só que, nesse caso, a falta de manutenção de alguns prédios que pertencem à iniciativa privada é o maior problema.

Entre a imponência da história que ainda sobrevive e a ruína dos prédios que não resistem à força do tempo. A preservação dos casarões centenários é um desafio, 90% deles são de propriedade privada e estão há anos sem manutenção. Ao todo, 97 imóveis no Centro Histórico de São Luís correm risco de desabar.

O levantamento feito em fevereiro faz parte de um monitoramento periódico feito pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN) e Defesa Civil. Quando localizados, os proprietários são notificados.

Muitas vezes o diálogo sem sucesso entre os órgãos públicos e proprietários, ou ocupantes, acaba indo parar na justiça. É que os casarões são tombados como patrimônio da humanidade e a preservação deles é de responsabilidade de todos.