Home Notícias Educação Comissão de Educação da OAB fala sobre diálogo próximo dentro das escolas

Comissão de Educação da OAB fala sobre diálogo próximo dentro das escolas

Featured Video Play Icon

Estão sendo acompanhados, no Maranhão, três casos de supostas ameaças a escolas de Balsas, Timon e São Luís. Após o atentado em uma escola de Suzano em São Paulo, que deixou 10 mortos e 11 feridos, as escolas têm criado diálogo próximo com os alunos. Muitas escolas passaram a incentivar que grupos de jovens existentes na escola, se aproximem cada vez mais de outros estudantes.

Sobre o assunto, o jornal Na Hora recebeu nesta quarta-feira (20) no estúdio o presidente da Comissão de Defesa da Educação da Ordem dos Advogados do Brasil, seccional Maranhão, Gustavo Mamede.

Entre os casos registrados, foi preso em Balsas o jovem Rafael Silva Reis, de 18 anos, suspeito de ameaçar por meio de redes sociais invadir uma escola da cidade e matar todas as pessoas. Na delegacia, o jovem teria pedido desculpas e dito que tudo não passou de uma brincadeira de mau gosto. Na cidade de Timon, uma criança de 11 anos teria pulado o muro de uma escola municipal e intimidado alunos e funcionários com um estilete. O caso foi acompanhado pela polícia e Conselho Tutelar.

Na semana passada, uma suposta ameaça de um aluno a colegas de uma escola particular em São Luís circulou por meio das redes sociais. Em nota, a direção da instituição não confirmou a veracidade das ameaças, mas disse que está apurando os fatos e repassou o caso para as autoridades competentes investigarem.

O Na Hora D exibiu reportagem sobre diálogo entre escola e alunos: