Home Maranhão São Luís Protesto causa mais de 20km de congestionamento na capital

Protesto causa mais de 20km de congestionamento na capital

Featured Video Play Icon

Moradores do Jaracaty interditaram nas primeiras horas da manhã desta terça-feira (19) pontos da Avenida Carlos Cunha. No fim de semana, pai e filho de apenas 1 ano de idade foram atropelados; eles permanecem internados.

Os moradores pedem que o semáforo, hoje localizado em frente à Casa da Mulher Brasileira na Avenida Carlos Cunha, seja recolocado perto do Banco do Brasil. Equipes da Polícia Militar e Corpo de Bombeiros conseguiram rapidamente desobstruir vários pontos de interdição.

O problema aconteceu na cabeceira da Ponte Bandeira Tribuzzi, onde foi registrada uma grande concentração de pessoas. A Tropa de Choque teve que avançar em direção aos manifestantes e bombas foram arremessadas com o objetivo de dispersar o grupo. Os manifestantes revidaram com pedras e o clima ficou tenso.

Mesmo após a liberação, a polícia permaneceu na área devido ameaça de nova interdição. O trânsito permaneceu lento mesmo com o fim do protesto.

A manifestação causou transtornos no trânsito em vários pontos da cidade. Na Avenida Carlos Cunha, que dá acesso à ponte Bandeira Tribuzzi, um engarrafamento gigantesco foi registrado. O motorista que vinha no sentido Centro teve que ter paciência para chegar ao destino.

Quem tentou fugir do trânsito pegando a Avenida Colares Moreira, no bairro Renascença, também não teve sorte. Em vários pontos da via, carros parados ou em ritmo lento. Na Jerônimo de Albuquerque, próximo à rotatória do quartel da Polícia Militar, era possível ver um engarrafamento quilométrico.

Motoristas registraram através de fotos e vídeos, o trânsito conturbado em outros pontos da capital. Na Avenida dos Holandeses, na Ponta do Farol, tudo ficou parado e, por volta das 9h da manhã, condutores enfrentaram cerca de 22 quilômetros de congestionamento. Somente por volta das 10h o trânsito começou a voltar à normalidade.