Home Esporte Copa do Nordeste Copa do Nordeste 2019: Comparativo entre Grupos A e B

Copa do Nordeste 2019: Comparativo entre Grupos A e B

Copa do Nordeste 2019: Comparativo entre Grupos A e B

A edição 2019 da Copa do Nordeste apresenta uma fórmula até então inédita na história da competição de maior relevância na região. Com oito equipes em cada grupo, onde os membros das chaves brigam entre si pela classificação, enquanto jogam contra os adversários do outro grupo. Suficiente para adaptar o total de 16 clubes às 12 datas de disputa, além de garantir os clássicos tradicionais entre os principais rivais locais, direcionados no sorteio para grupos distintos. Posto em prática, após as cinco primeiras rodadas já é possível apontar padrões e tendências apresentadas pelas pontuações, como a diferença de aproveitamento entre os Grupos A e B, onde o segundo tem um rendimento duas vezes maior.

Foram 69 pontos somados até aqui pelos integrantes do Grupo B, ou 57,5% de aproveitamento, contra 33 do Grupo A, cujos times somaram apenas 27,5% dos pontos possíveis até aqui. A diferença se torna ainda maior quando soma os os rendimentos individuais de cada equipe. Juntos os clubes do Grupo B atingem 459,9%, enquanto o Grupo A 219,9%, menos da metade.

Outros indicadores de resultado também ajudam a detalhar essa diferença e dar margem à interpretação de que a segunda chave tem um nível técnico mais elevado em relação à primeira. Foram 17 vitórias conquistadas pelo Grupo B em 40 jogos, contra apenas 5 do Grupo A – além de 18 empates. Os números de gols e saldo também reforçam o sentido. Enquanto os times do Grupo A marcaram 34 gols e sofreram 57.

Apenas o líder, Fortaleza, possui saldo positivo no Grupo A. Santa Cruz e CRB têm seus saldos zerados, enquanto os outros cinco participantes estão negativados. Por outro lado, o Grupo B possui apenas o Confiança com saldo negativado de gols e o Moto Club, lanterna, com o saldo zerado. O Moto, aliás, apesar de ser o último colocado de sua chave, tem seis pontos somados, quantidade ultrapassada apenas por duas equipes do Grupo A, Fortaleza e Santa Cruz, que têm oito cada.

DISPUTA INTERNA

A diferença de aproveitamento, também influencia na disputa interna. Embora todas as equipes ainda tenham chances matemáticas de classificação, o Grupo B apresenta uma distribuição de pontos mais balanceada entre os oito participantes. Enquanto a diferença de pontos entre líder e lanterna no Grupo A chega a oito pontos, no B a distância é apenas de cinco pontos.

Já na distância entre o líder e o quinto colocado, primeiro fora da zona de classificação para o mata-mata, as distâncias reduzem para quatro pontos no Grupo A e três no Grupo B. Em tese, a probabilidade do Grupo A definir a classificação já na próxima rodada é maior que no Grupo B. Caso Fortaleza e santa Cruz vençam seus próximos jogos, e Vitória e Altos sejam derrotados, metade das vagas da primeira chave serão definidas já na próxima rodada, com duas de antecedência.

NÚMEROS

Grupo A

Soma aproveitamento individual dos clubes 219,9%

Aproveitamento médio por clube 27,4875%

Distância entre 1° e 8° – 8 pontos

Distância entre 1° e 5° – 4 pontos

Pontos conquistados 33

Média de pontos por clube 4,125

Vitórias 5

Empates 18

Derrotas 17

Gols marcados 34

Gols sofridos 57

Saldo total -23

Grupo B

Soma aproveitamento individual dos clubes 459,9%

Aproveitamento médio por clube 57,4875%

Distância entre 1° e 8° – 5 pontos

Distância entre 1° e 5° – 3 pontos

Pontos conquistados 69

Média de pontos por clube 8,625

Vitórias 17

Empates 18

Derrotas 5

Gols marcados 57

Gols sofridos 34

Saldo total 23

 

Fonte: Jornal do Commercio