Home Maranhão São Luís Rachaduras são encontradas na Barragem do Bacanga

Rachaduras são encontradas na Barragem do Bacanga

Rachaduras são encontradas na Barragem do Bacanga

Representantes do Conselho Regional de Engenharia e Agronomia do Maranhão (Crea-MA)  e da Defesa Civil visitaram, nesta sexta-feira (1º), a Barragem do Bacanga, em São Luís. O objetivo foi verificar se há riscos de acidentes no local. Na fiscalização, foram observadas pequenas rachaduras no muro, cabos folgados e o ferro do pilar aparecendo nas colunas. Além disso, próximo ao local existe uma ocupação de casas desordenada.

A Barragem do Bacanga tem oito comportas, ela foi construida na década de 70 para controlar a vazão da água do rio Bacanga. Em 2017, a principal comporta apresentou uma falha mecânica e precisou ser substituída. Desde então tem sido realizadas obras de recuperação de toda a barragem. Essa foi apenas a primeira barragem fiscalizada e vistoriada, ao todo 11 barragens em todo o estado, incluindo algumas de contenção de resíduos.

De acordo com o Crea, está marcada para o dia 07 de março a ida às áreas de resíduos de bauxita I, II, III, IV e V e Lago de Resfriamento da Alumar. A previsão é de que no dia 18 aconteça a visita da Barragem de Flores, no município de Joselândia, que é de responsabilidade do Departamento Nacional de Obras contra as Secas (DNOCS) e dia 26 na Barragem de Venê, em Godofredo Viana, da empresa Aurizona, e Pericumã, também de responsabilidade do DNOCS, localizada em Pinheiro. A confirmação das datas depende da empresa e do órgão confirmarem a presença de um representante deles para acompanhar a visita e fornecer todos os documentos solicitados. Também será vistoriada e fiscalizada a Hidrelétrica do Estreito, da Companhia Energética Estreito S.A.

O Crea-MA está concluindo o levantamento de todas as ART´s de projetos, execução, manutenção, laudos e outros, registradas pelos responsáveis técnicos pelos serviços de engenharias nas barragens, autos de infrações e nome dos responsáveis técnicos.