Home Maranhão Especialista fala sobre Mandala de Prevenção do HIV e combate ao preconceito

Especialista fala sobre Mandala de Prevenção do HIV e combate ao preconceito

Featured Video Play Icon

O jornal Na Hora D recebeu nesta quarta-feira (20) o coordenador Municipal de IST, AIDS e Hepatites Virais da Secretaria Municipal de Saúde (Semus), Wendel Alencar de Oliveira. Além do acompanhamento das Polícias Civil e Militar no caso de algumas mulheres que foram cortadas em prévias carnavalescas no fim de semana no Largo do Caroçudo, na Madre Deus, a Superintendência de Vigilância Epidemiológica e Sanitária alerta que devido aos cortes, as vítimas devem fazer a Profilaxia Pós-Exposição de risco para infecção pelo HIV, Infecções Sexualmente Transmissíveis e hepatites virais.

“É importante que a população mantenha a calma, não compartilhe mensagens terroristas ou ‘Aidsfóbica’, ou seja, mensagens que fortalecem o preconceito, o estigma com pessoas vivendo com HIV. O vírus não fica vivo no ar por que ele não é um vírus do ar, é um vírus que se alimenta de enzimas humanas, então ele não sobrevive fora do organismo humano”, disse.

Falou  sobre a Profilaxia Pós-Exposição (PEP) de risco é uma medida de prevenção de urgência à infecção pelo HIV, hepatites virais e outras Infecções Sexualmente Transmissíveis (IST), que consiste no uso de medicamentos para reduzir o risco de adquirir essas infecções.

A PEP deve ser utilizada após qualquer situação em que exista risco de contágio, tais como: violência sexual; relação sexual desprotegida (sem o uso de camisinha ou com rompimento da camisinha);
 acidente ocupacional (com instrumentos perfurocortantes ou contato direto com material biológico). A duração da PEP é de 28 dias e a pessoa deve ser acompanhada pela equipe de saúde.

Durante a entrevista, também conversaram sobre a Mandala de Prevenção Combinada do HIV, com as novas estratégias de prevenção do Ministério da Saúde.

 

PROFILAXIA PÓS-EXPOSIÇÃO E TESTAGEM – SÃO LUÍS

Unidades  24 horas

Unidade Mista São Bernardo

Unidade Mista Bequimão

Unidade Mista Coroadinho

Unidade Mista Itaqui Bacanga

Socorrinho Cohatrac

Socorrinho São Francisco

Observação

As 02 primeiras horas após a exposição são fundamentais pra iniciar a medicação, porém a medicação pode ser iniciada até 72 horas após a exposição.