Home Maranhão Após adiamentos, julgamento da morte do ex-prefeito de Buriti Bravo é retomado

Após adiamentos, julgamento da morte do ex-prefeito de Buriti Bravo é retomado

Após adiamentos, julgamento da morte do ex-prefeito de Buriti Bravo é retomado

A audiência do caso da morte do ex-prefeito da Cidade de Buriti Bravo, João Henrique Borges Leocádio, foi retomado foi pela quinta vez, nesta segunda-feira (18), no Fórum José Sarney Costa, em São Luís. Em 2005, o ex-prefeito foi encontrado morto em uma estrada vicinal do município. A Audiência iniciou nas primeiras horas do dia e segue durante a tarde.

João Henrique Borges Leocádio teria sido vítima de uma trama que envolveria outro ex-prefeito, Wellington de Jesus Fonseca Coelho. Atualmente, Wytamar Costa da Silva é o único dos três acusados do caso que ainda está vivo. Ele vai a júri popular pelo homicídio.

Desde 2008 Wytamar aguarda o julgamento em liberdade. Na época quando foi preso o acusado chegou a confessar participação no crime, mas voltou atrás na alegação e agora a defesa nega a participação dele no homicídio. O corpo da vítima foi encontrado em uma estrada no povoado Gameleira nas proximidades de Buriti Bravo. Ao lado do corpo foi encontrada uma arma de fogo.

A acusação nega a possibilidade de suicídio, defendida pela defesa de Wytamar Costa. A acusação também alega que disputas políticas pela gestão do município seriam a principal motivação do crime.

Confira a matéria completa sobre o caso exibido na TV Difusora: