Home Polícia Justiça prorroga prisão de PM suspeito de matar jovens na área do Coquilho

Justiça prorroga prisão de PM suspeito de matar jovens na área do Coquilho

Justiça prorroga prisão de PM suspeito de matar jovens na área do Coquilho

A Justiça prorrogou por mais 30 dias a prisão temporária do soldado da Polícia Militar do Estado do Maranhão, Hamilton Caíres Linhares.

O PM Hamilton Caíres Linhares é lotado na Companhia de Operações Especiais, (COE) e é considerado o principal suspeito da morte dos jovens Jeanderson da Silva Diniz, de 17 anos, Gustavo Feitosa Monroe, de 18 anos e Gildean Castro Silva, de 14 anos. Os três foram torturados e executados a tiros no início de janeiro deste ano em uma área de construção de imóveis do Programa Minha Casa Minha Vida na área do Coquilho, zona rural de São Luís.

A Superintendência de Homicídios e Proteção à Pessoa (SHPP) segue investigando o caso e os delegados solicitaram a prorrogação da prisão preventiva do soldado para que o inquérito seja concluído. Hamilton Caíres Linhares está preso no presídio “Manelão”, localizado no quartel do comando geral da Polícia Militar,  no Calhau, na capital.