Home Maranhão Cabo do Piauí é morto a tiros durante discussão com PM do Maranhão

Cabo do Piauí é morto a tiros durante discussão com PM do Maranhão

Cabo do Piauí é morto a tiros durante discussão com PM do Maranhão

Um cabo da Polícia Militar do Piauí identificado como Samuel de Sousa Borges foi morto com três tiros durante uma briga de trânsito com outro policial na Zona Leste de Teresina. Os dois estavam em motocicletas sem placas. O autor dos tiros, de acordo com a polícia, é um policial do Maranhão. Ele foi detido por testemunhas que passavam pelo local. O trânsito foi interditado pela secretaria de trânsito e Polícia Militar.

Samuel estava indo deixar o filho na escola quando teve início uma discussão. O garoto estava na garupa. Em vídeos que circulam nas redes sociais é possível ouvir a voz de uma criança informando que perdeu o pai. A polícia busca imagens de câmeras de segurança para ajudar nas investigações.

A esposa de Samuel foi a primeira a chegar ao local da briga. A mãe dele soube da morte assim que chegou e precisou ser amparada. Em desespero, ela pedia o filho de volta. A vítima trabalhava na vice-governadoria do Estado. Testemunhas disseram que o filho do policial piauiense ainda pediu que não atirassem no pai.

O autor dos disparos foi identificado como Francisco Ribeiro dos Santos, lotado no 11º Batalhão da PM de Timon, no Maranhão. Ele foi levado à Central de Flagrantes. Samuel ainda foi socorrido, mas morreu a caminho do  hospital. O corpo já foi encaminhado ao Instituto Médico Legal (IML).

O policial de Timon foi preso pelo delegado Willame Morais, que deixava o filho em uma escola da região. Ele estaria em posse de duas armas de fogo. “A motivação está sendo apurada. Temos testemunhas que viram a discussão e os tiros. Por enquanto só sabemos a versão do autor do delito. Eu estava saindo da escola quando fui chamado por populares dizendo que estava tendo tiros e uma pessoa sendo morta. Chegando lá me deparei com o suspeito sofrendo tentativa de linchamento e acionei o comando da PM, que o levou para a Central de Flagrantes”, disse o delegado.

 

Segundo o delegado, o filho da vítima foi socorrido por funcionários de uma escola próximo ao local da ocorrência. “Ele está em choque”, afirmou. Do Cidade Verde.