Presa autora intelectual de morte que teve vítima algemada

Foi presa nesta quinta-feira (20) pela Superintendência de Homicídios e Proteção à Pessoa (SHPP) Maria Carla Barros Sousa, apontada como autora intelectual do assassinato de José Adailton de Souza Pindoba.

O corpo da vítima foi encontrado no povoado Mãe Chica, Vila Maranhão em São Luís, em avançado estado de decomposição e com algemas presas ao seu pulso. As investigações demonstraram que Maria Carla planejou a morte de José Adailton por meio de redes sociais na internet, junto a uma facção criminosa, responsável pela execução do assassinato.

Após representação elaborada pela Delegacia de Homicídios da Área Sul, o juiz da Central de Inquéritos de São Luís autorizou a prisão temporária da suspeita, que foi capturada por investigadores da SHPP, em diligência realizada na cidade de Anajatuba. Maria Carla já foi recambiada à cadeia pública feminina de São Luís, onde ficará à disposição do Poder Judiciário.