Home Brasil Teste rápido reduz em mais de 16% as mortes por Aids no Brasil

Teste rápido reduz em mais de 16% as mortes por Aids no Brasil

Teste rápido reduz em mais de 16% as mortes por Aids no Brasil

O número de casos e mortes causadas pela aids no Brasil diminuiu, de acordo com o novo Boletim Epidemiológico, divulgado na terça-feira, 27 de novembro, pelo Ministério da Saúde. O número é impulsionado pela garantia de tratamento universal, pela melhora na qualidade e tempo do diagnóstico e testagem mais rápida para dar início ao tratamento disponível no SUS. O secretário Nacional de Vigilância em Saúde, Osnei Okumoto, explica a tática desenvolvida pelo Ministério da Saúde e aponta que o país está no rumo certo para o combate efetivo ao HIV.

“A garantia de tratamento para todos reduz em 16% os casos e óbitos por Aids, nos últimos 4 anos. Então é uma chamada muito importante. Sempre temos essa premissa de que realmente a parte diagnóstica, aliada à questão do tratamento, é fundamental para que a gente realmente obtenha resultados expressivos. ”

O Sistema Único de Saúde (SUS) disponibiliza testes para a detecção do vírus de maneira mais ágil. Neste ano, já foram distribuídos 12,5 milhões de unidades. A rápida detecção do vírus impacta no início precoce do tratamento. Por isso, o boletim do Ministério informou que, a partir de janeiro de 2019, haverá oferta do autoteste de HIV, na rede pública de saúde, com 400 mil unidades distribuídas em cidades como Manaus, Salvador, São Paulo, Porto Alegre e Rio de Janeiro.

“O Ministério da Saúde trabalhou especificamente com testes rápidos para detectar o vírus do HIV e precocemente o início do tratamento onde nós obtivemos então essa crescente distribuição, como uma necessidade premente em relação ao diagnóstico. É fundamental para que sejam garantidos o diagnóstico para todas pessoas e logicamente o início do tratamento precoce.”

Para ficar tranquilo, faça o teste rápido em qualquer unidade de saúde do seu estado. Não se descuide. Use sempre camisinha. Protegendo-se, você também está cuidando do outro. Conheça as outras formas de prevenção combinada, no SUS. Trinta anos de Dia Mundial de Luta Contra a AIDS. Uma bandeira de histórias e conquistas.