Home Notícias Secretário da Casa Civil garante que cortes de gastos não atingirá servidores

Secretário da Casa Civil garante que cortes de gastos não atingirá servidores

Featured Video Play Icon

O governador Flávio Dino editou um decreto determinado cortes de gastos administrativos com o objetivo de reduzir as despesas até o limite, sem afetar os serviços públicos. De acordo com o governador, alguns fatores contribuíram com a determinação do decreto. Desde 2015 o Estado deixou de receber  repasses da União e tem uma dívida em dólar deixada pela gestão anterior.

Em entrevista ao Bom Dia Maranhão desta segunda-feira (26), o secretário da Casa Civil, Marcelo Tavares afirmou que “o Estado está fazendo o seu dever de casa”. De acordo com o secretário, o Maranhão sempre teve um controle severo com os gastos e diante das dificuldades é preciso manter a atenção.  “Nós entendemos que os últimos três anos foram difíceis para a economia brasileira e para a economia maranhense, por consequência. As receitas do estado deixaram de crescer. Nós perdemos quase R$1,5 bilhão de transferências obrigatórias do Governo Federal, então era necessário que nós mantivéssemos a atenção para que o Maranhão continue sendo um estado que dá exemplo ao Brasil”.

O secretário falou ainda que a medida de cortes de gastos prevê uma preparação para um ano difícil na economia brasileira em 2019.” Nós temos que está preparados para as dificuldades. Se vier a bonança, muito melhor porque nós já fizemos o dever de casa. Gastando menos em atividades de custeio para que possamos investir mais em benefício do povo maranhense.

Marcelo Tavares reforçou ainda que o decreto em nada afeta os servidores. “Eles podem ter a tranquilidade de que nada por esse decreto os atingirá”.

Confira a entrevista na íntegra!