Home Política TSE faz esclarecimentos sobre boatos de voto em papel

TSE faz esclarecimentos sobre boatos de voto em papel

Featured Video Play Icon

É falsa a imagem que circula nas redes sociais, sugerindo aos eleitores que, caso tenham problemas nas urnas eletrônicas no segundo turno, solicitem aos mesários o voto em papel.

O TSE reforça que, quando uma urna eletrônica não funciona, ela é substituída por outra de contingência. Destaca-se que o uso de urna de lona e voto em papel constitui uma excepcionalidade. Ocorre apenas se os seguintes procedimentos de contingência não tiverem sido suficientes para resolver o problema:

  1. Ligar e desligar a urna eletrônica;
  2. Substituir a mídia de votação, que contém a memória da urna;
  3. Retirar as memórias e colocar em uma nova urna eletrônica.

Também é falsa a informação de que, se houver erro na urna eletrônica, o eleitor poderá recorrer ao voto em papel.

Ressalta-se que não há previsão, inclusive legal, de abandono da urna (eletrônica) para votar em papel. As seções eleitorais sequer estão preparadas para esse tipo de procedimento.

A orientação é sempre visualizar a foto do candidato antes de pressionar a tecla “Confirma”. Em qualquer caso de suspeição ou divergência, o eleitor deve alertar o mesário para que seja analisada a situação por um Juiz Eleitoral, pelo Ministério Público Eleitoral ou por pessoas por eles delegadas. Do TSE.