Home Cultura Baile Black da Rádio Zion em prol do Jardim Guará Mirim

Baile Black da Rádio Zion em prol do Jardim Guará Mirim

Baile Black da Rádio Zion em prol do Jardim Guará Mirim

Nova edição do Baile Black da Rádio Zion acontece neste sábado, 20, a partir de 19h30, no Laborarte (Casarão 42 – Beira Mar). Uma noite dedicada aos gêneros musicais que emergiram e beberam da rica fonte cultural dos nossos ascendentes africanos.

Discotecagem de raridades originais direto dos vinis com DJs Joaquim Zion, Marcos Vinícius do Radiola Reggae e Vanessa Serra, muito som com roots reggae, samba rock, original funk, dub, afro beat, MPB e outros.

A realização do Baile Black da Rádio Zion tem como objetivo de arrecadar fundos para a manutenção do Jardim Guará Mirim, para abrir a turminha do 1º ano e fortalecer o movimento de música e fraternidade.

Rádio Zion é título do projeto de discotecagem do vinil realizado pelo colecionador e produtor cultural, Joaquim Zion. O Radiola Reggae é referência nos programas de reggae da ilha, comandado pelo jornalista e radialista Marcos Vinícius há 17 anos. Ambos são pesquisadores de música e colecionadores de vinis. Juntos, a equipe Rádio Zion & Radiola Reggae completa 21 anos de carreira, este ano, como pioneiros na discotecagem do vinil no Maranhão.

A Rádio Zion tem o slogan “Som pra dançar e pensar”, com a proposta de difusão dos ritmos clássicos para o público ouvir, pensar, relaxar e dançar. No repertório, raridades de uma coleção iniciada em 1979 com muitos estilos que vão de Roots reggae, Samba rock, Original funk, Dub, Afro beat, MPB entre outros gêneros musicais afins compõem a atmosfera da festa.

O Jardim Guará Mirim, iniciado em fevereiro de 2015, é inspirado na Pedagogia Waldorf. Teve origem a partir de uma iniciativa de pais e professores que estavam em busca de uma educação mais holística, a qual prioriza a importância na relação da criança com o mundo e a liberdade para pensar, sentir, criar e brincar, e que as motive a buscar seu próprio caminho nesse mundo. Na Pedagogia Waldorf, a proposta é oferecer às crianças, brinquedos o mais naturais possíveis, de madeira, de lã natural, de tecido de algodão, feltro, sementes e couro.