Home Polícia Juiz converte em preventiva prisão de suspeitos de matar PM

Juiz converte em preventiva prisão de suspeitos de matar PM

Juiz converte em preventiva prisão de suspeitos de matar PM

O juiz Valdemir Ferreira Santos, da Central de Inquéritos de Teresina, converteu em preventiva, as prisões de Vinicios Maciel Nunes Ferreira da Silva e Raimundo Nonato da Silva Filho, suspeitos de assassinar o sargento da Polícia Militar Vidal dos Santos Carvalho.

O crime aconteceu na semana passada em uma joalheria na Rua Climatizada, no centro de Teresina. O militar tentava impedir a fuga dos suspeitos quando foi alvejado a tiros e veio a óbito no hospital.

A ação dos suspeitos foi gravada por câmeras de segurança. Os flagrantes foram convertidos em preventivas durante audiência de custódia.

De acordo com o delegado Anfrísio Castelo Branco, que colheu o depoimento dos suspeitos, um deles se manteve calado durante todo o depoimento e o outro confessou o crime. “Não houve nenhum motivo específico para o crime além do assalto e estamos correndo para concluir o inquérito antes dos dez dias de prazo”, pontuou.

Raimundo Nonato foi localizado em casa e, de acordo com a polícia, ainda estava com a mesma roupa do crime.

Já Vinicios Maciel foi apontado como responsável por atirar no PM. Após o crime, durante a fuga, ele ainda teria tentado roubar uma moto para empreender fuga, mas foi capturado e sofreu tentativa de linchamento.

Na decisão, o juiz considerou ainda que Vinicios era reincidente em práticas criminosas e, inclusive, estava em liberdade condicional.

“Diante do justo receio de que em liberdade possa causar risco a ordem pública”,  justificou o magistrado.

Por Cidade Verde