Home Maranhão Batalhão Escolar desmente boato de raptos de crianças na região metropolitana

Batalhão Escolar desmente boato de raptos de crianças na região metropolitana

Batalhão Escolar desmente boato de raptos de crianças na região metropolitana

O Comando de Segurança Comunitária / Batalhão Escolar, da Polícia Militar do Maranhão, desmentiu a informação repassada por meio de áudio no aplicativo WhatsApp por uma pessoa se identificava como professora Natália. A nota divulgada nas redes sociais é assinada pela coronel Maria Augusta de Andrade Ribeiro, comandante do Batalhão.

No áudio, a jovem fala que uma guarnição do Serviço de Inteligência da Corporação teria ido à Unidade de Educação Básica Paulo Freire, no município de Paço do Lumiar, para alertar a comunidade escolar sobre uma possível seita que estaria raptando crianças para matá-las. A professora chega a citar que um bebê teria sido sequestrado em uma residência na Raposa e afirma que os pais devem ter cuidado com os filhos, inclusive na ida à escola.

Em nota, a coronel Augusta Andrade garante que “se realmente alguma pessoa se dirigiu a escola e se identificou como policial militar do Serviço de Inteligência, a intenção foi a de causar pânico e transtornos à comunidade escolar, fato que mobilizou o Sistema de Segurança Pública do Estado a investigar a veracidade das informações e identificar os responsáveis”.

Concluiu afirmando que os cuidados relacionados à segurança de crianças e adolescentes devem ser reforçados e tomados por seus responsáveis em qualquer situação.