Violência contra religiões de matriz africana tem se tornado comum

Na madrugada desta última segunda-feira (3) um terreiro de umbanda foi atacado em São Luís. Práticas como essa têm se tornado comuns e aumentam a violência contra religiões de matriz africana.

Em entrevista ao Bom Dia Maranhão desta quinta-feira (6), Ana Amélia Bandeira do Centro de Cultura Negra (CCN) discutiu o assunto.

Confira o vídeo!