Home Maranhão Suspeito de matar esposa a facadas se apresenta 4 dias após o crime

Suspeito de matar esposa a facadas se apresenta 4 dias após o crime

Suspeito de matar esposa a facadas se apresenta 4 dias após o crime

Se entregou à polícia na noite desta quinta-feira (30) Eduardo Gonçalves de Souza, esposo de Maria Regina Araújo, que foi assassinada no último domingo (26) na localidade Itapoã, no Distrito Federal, com vinte golpes de faca na frente da filha do casal, de apenas 8 anos. Após passar dias foragido, ele chegou à Divisão de Capturas e Polícia Interestadual, no Departamento de Polícia Especializada (DPE), acompanhado de uma advogada.

No dia 16 de agosto, dez dias antes do crime, Maria Regina procurou a justiça para pedir uma medida protetiva contra que o marido – com quem vivia há 12 anos. A juíza Eugenia Christina Bergamo Albernaz, que atendeu a empregada doméstica, entendeu que não havia motivos para aplicar a lei Maria da Penha. À época Maria Regina, de 44 anos, disse que os conflitos entre o casal eram devido ao “desgaste do convívio matrimonial”.

Ele chegou a ser detido pelos moradores momentos após o crime, mas conseguiu fugir. Os vizinhos foram avisados pela filha de Maria após ela presenciar o crime contra a mãe.