Líder de organização criminosa é preso em Timon

Renilson Alves  Torres foi preso em Timon, em cumprimento de mandado de prisão preventiva, suspeito de liderar uma organização criminosa de estelionatários atuante em Brasília.

Segundo informações da Polícia, a organização criminosa revendia imóveis alheios como se fossem próprios. O grupo falsificava toda a documentação para enganar os compradores.

No total foram identificadas 25 vítimas.

Ainda segundo a Polícia, junto com Renilson Torres, integram a organização criminosa, funcionários de condomínios, corretores de imóveis e funcionários de cartórios que auxiliavam na falsificação dos contratos e viabilizavam a emissão de escrituras públicas para posterior regularização junto à Secretaria Fazendária do Distrito Federal.

No total, foram expedidos dez mandados de prisão e busca pela Vara Criminal de Brasília. Renilson Torres estava foragido desde o último dia 31 de julho.

O preso foi encaminhado à UPR de Timon, aguardando seu recambiamento para Brasília.

A operação foi realizada pela Polícia Civil do Maranhão, através do Grupo de Pronto Emprego da 18ª Delegacia Regional de Polícia Civil – Timon, em apoio ao 6º DP (Paranoá) de Brasilia-DF.