Mais de 800 ocorrências registradas na DPCA este ano

Crianças entre 4 e 7 anos de idade foram as que mais tiveram os direitos atacados em 2017. Em 45% das vezes, as violações ocorreram na casa da vítima. A negligência foi o tipo de violência mais apontada.

De janeiro a junho deste ano, 820 ocorrências foram registradas na Delegacia de Proteção à Criança e ao Adolescente (DPCA). Entre janeiro e abril deste ano, a Secretaria Municipal da Criança e Assistência Social (SEMCAS) contabilizou quase 300 atendimentos de crianças e adolescentes que tiveram os direitos violados.