HomeMaranhãoSão Luís Líder de esquema comprou apartamento de quase R$ 500 mil

Líder de esquema comprou apartamento de quase R$ 500 mil

Featured Video Play Icon

Foi deflagrada na manhã desta terça-feira (17) pela Polícia Federal, em conjunto com a Polícia Civil, a operação Swindle. As ações foram feitas para desarticular grupo que realizava clonagens de números telefônicos para aplicar golpes via aplicativo de trocas de mensagens.

De acordo com o delegado do departamento de Crimes Tecnológicos da Superintendência Estadual de Investigações Criminais (SEIC), dos oito mandados de prisão, quatro pessoas foram presas. Entre os presos está Leonel Silva Pires Júnior, apontado como líder do esquema, que foi ouvido na Polícia Federal na Cohama. Os outros envolvidos foram encaminhados para a SEIC. Os mandados foram expedidos pela Justiça Federal em Brasília e cumpridos no Maranhão e Mato Grosso do Sul.

Na prática, o grupo abria contas bancárias falsas e utilizava contas “emprestadas” por partícipes para receber valores provenientes das fraudes aplicadas em razão do desvio dos terminais telefônicos, em que os agentes criminosos se “apossavam” das contas de WhatsApp de autoridades públicas e, fazendo-se passar por elas, solicitavam transferências bancárias das listas de contato.

Esta semana, Leonel Silva Pires Júnior teria comprado à vista apartamento em condomínio de classe média alta avaliado em até R$ 500 mil. O valor de mercado da unidade habitacional seria R$ 300 mil, podendo aumentar o valor dependendo da mobília.