HomeMaranhãoImperatriz Juiz aposentado é preso por suposta coação à justiça e MP

Juiz aposentado é preso por suposta coação à justiça e MP

Juiz aposentado é preso por suposta coação à justiça e MP

Foi preso nesta terça-feira (17) em cumprimento a mandado de busca e apreensão na cidade de Imperatriz, a 620 quilômetros da capital maranhense, o juiz aposentado do estado do Tocantins, Erivelton Cabral Silva.

Erivelton já responde a processos pelos crimes de porte ilegal de arma de fogo, ameaça e tentativa de homicídio, e está sendo investigado pelo Departamento de Combate ao Crime Organizado da SEIC por suspeitas de coagir membros do Ministério Público e do Poder Judiciário no curso de um dos processos criminais movido contra ele. A operação foi desencadeada por meio da Superintendência Estadual de Investigações Criminais (SEIC), em conjunto com o Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco).

Durante as diligências, foram apreendidos um notebook, dispositivos de mídia e munições. O ex-magistrado foi encaminhado para a sede de Delegacia Regional de Imperatriz para as formalidades legais, recolhendo à justiça a fiança arbitrada em R$ 7 mil para responder em liberdade. O novo crime praticado por Erivelton já foi comunicado ao juízo que lhe concedera o benefício da liberdade provisória, que pode revogar a decisão anterior e redecretar a sua Prisão Preventiva.

 

AMEAÇAS

No ano passado, Erivelton já havia feito ameaças ao próprio irmão, Elton Cabral Silva, por conta de uma briga por herança. A perseguição foi registrada por câmeras de segurança. Na época, o irmão do ex-delegado da Polícia Civil e a companheira dele foram baleados. Eles receberam atendimento médico e foram liberados. Também em 2017, Erivelton foi preso com um revólver e uma pistola, mesmo sem porte de arma.

Assista abaixo a reportagem exibida no Jornal ‘Na Hora D’ do dia 19 de setembro de 2017: