Home Maranhão Vídeo: Polícia apreende caderno com nomes de traficantes presos no Maranhão

Vídeo: Polícia apreende caderno com nomes de traficantes presos no Maranhão

Vídeo: Polícia apreende caderno com nomes de traficantes presos no Maranhão

Na manhã desta sexta-feira (13) a Polícia Militar fez uma apreensão de drogas e um caderno com nomes de traficantes que estão em três presídios do Maranhão. A ação, foi realizada após uma denúncia anônima de venda de drogas na Rua Pedro Álvares Cabral, no bairro São Francisco.

Segundo informações do comandante do 17º BPM, tenente-coronel Jurandir de Sousa Braga, ao chegar no local indicado o suspeito de tráfico fugiu. “A Polícia Militar recebeu uma denúncia de que um indivíduo estaria vendendo drogas naquele local e ao ver a Polícia o indivíduo entrou na residência e aonde ele utiliza como ponto de venda de drogas, mas o dono da residência impediu a entrada da polícia tempo suficiente para que o verdadeiro traficante se evadisse do local e dentro da residência a Polícia encontrou uma quantidade de drogas, balança de precisão”, disse o comandante.

Durante revista na residência, uma porção de maconha e de crack foi encontrada, além de um caderno detalhado com vários nomes de pessoas de fora e dentro de alguns presídios do Estado.

Nas listas do caderno estavam cadastrados com nome, apelido e um número de matrícula em Pedrinhas, Santa Inês e Porto Franco.

Cópias serão encaminhadas para o Sistema Penitenciário para que os indicados sejam investigados porque, na opinião da polícia, estes, possivelmente são operadores do tráfico de drogas dentro de presídios maranhenses que fazem parte de uma facção criminosa.

“Possivelmente sim porque tem valores, tem valores escritos, possivelmente sim pode ser  pessoas que estão recebendo drogas ou estão com dívida de drogas, mas percebe-se que são elementos do PCM – Primeiro Comando do Maranhão – que tem relação de pessoas de Porto Franco, de Santa Inês e Pedrinhas de todos os blocos, bloco A, bloco B, bloco C, de todos os blocos têm elementos constituídos com número matrículas, apelido e tudo”, explicou o delegado Rômulo Vasconcelos,  que presidirá o inquérito.

Veja o vídeo: