HomeMaranhão PM alveja porteiro após ter acesso a condomínio negado

PM alveja porteiro após ter acesso a condomínio negado

PM alveja porteiro após ter acesso a condomínio negado

Um soldado da Polícia Militar identificado como Carlos David Cardoso Mendes foi conduzido à delegacia do Maiobão suspeito de disparo de arma de fogo e lesão corporal de natureza grave. Ele teria alvejado o porteiro Antônio Barrozo dos Santos, 44 anos, em um condomínio localizado na Estrada de Ribamar, município de Paço do Lumiar, por volta de 22h30 da última segunda-feira (02).

Informações de populares apontam que Carlos David teria tido o acesso ao condomínio negado pela família da companheira e, contrariado, disparou contra a vítima na portaria. Além da família, moradores do condomínio Amaral de Matos temem o retorno do policial.

Durante a abordagem ao soldado, a pistola, o carregador e dez munições foram apreendidas. O policial militar foi conduzido para o Comando Geral da Polícia Militar, no bairro Calhau, onde foi lavrado o auto de prisão em flagrante, mas já está em liberdade.

Quanto às investigações sobre o caso, a Secretaria de Estado da Comunicação Social e Assuntos Políticos, disse que já foram remetidas para a justiça. O Tribunal de Justiça do Maranhão ainda não se posicionou sobre o caso. Já o estado de saúde da vítima não foi divulgado.