Home Maranhão Imperatriz 25 mil pessoas celebraram a festa de Corpus Christi, em Imperatriz

25 mil pessoas celebraram a festa de Corpus Christi, em Imperatriz

25 mil pessoas celebraram a festa de Corpus Christi, em Imperatriz

IMPERATRIZ – A solenidade começou com muita vivacidade e espiritualidade. Uma chuva de papeis picados no ar encheu o estádio Frei Epifânio da Abadia de cor, às 18h da tarde da quinta-feira (21). Um verdadeiro show de imagens. Um helicóptero do Centro Tático Aéreo da Polícia Militar ficou encarregado de jogar sob o local os pequenos papeis brilhantes. Milhares de pessoas olhando para um só lugar: o céu. E assim começou a 9° edição do Corpus Christi.

Imagem: Beatriz Farias

As arquibancadas ficaram lotadas. O gramado do estádio também. Desta vez, a organização do evento optou em dar mais espaço ao público, devido à grande participação dos fiéis, que aumenta a cada edição. O palco do altar foi diminuído e o local recebeu mais de 25 mil pessoas. “É uma festa muito bonita, e tentamos abrir mais espaço para caber mais gente. O povo quer manifestar a sua fé! Festa da unidade, da missão e da nossa Igreja. Que Deus seja louvado”, disse o bispo Dom Vilssom Basso.

Durante a celebração, Dom Vilsom abordou temas sociais e convidou a todos para despertar o espírito de solidariedade aos necessitados, com base no tema deste ano “Ide e pregai o evangelho a toda criatura”, versículo 15 do capítulo 16, do Evangelho de São Marcos. Em um única voz, o bispo e milhares de fiéis fizeram uma oração aos pobres, marginalizados e pediram por meio de preces, por um país melhor. Com os joelhos no chão, o bispo convocou que todos orassem pela sua missão, e em uma só voz, o estádio entoava:

“Ave Maria, cheia de graça, o Senhor é convosco, bendita sois vós entre as mulheres e bendito é o fruto do vosso ventre, Jesus. Santa Maria, Mãe de Deus, rogai por nós pecadores, agora e na hora da nossa morte. Amém!”

O momento da Eucaristia é um dos mais esperados da celebração. Pois se refere a um sacrifício de ação de graças ao Pai, uma benção pela qual a Igreja exprime seu reconhecimento a Deus por todos os seus benefícios, por tudo o que ele realizou por meio da criação, da redenção e da santificação.  Eucaristia significa, primeiramente, ação de graças “Este é o meu corpo… isto é o meu sangue… fazei isto em memória de mim”, disse o bispo ao segurar o Corpo de Cristo.

Na ocasião, a resposta em adoração a Eucarística marca um momento de veneração. Ela é um ato em que os católicos reconhecem Deus como Deus. O bispo começa: “Graças sejam dadas a todo momento.” Os fiéis continuam: “Ao santíssimo e digníssimo sacramento.”

Os cristãos que comungavam durante a Eucaristia, se emocionam e entoavam em um só cântico: Vejam: Eu andei pelas vilas, apontei as saídas como o Pai me pediu/ Portas eu cheguei para abri-las, eu curei as feridas como nunca se viu/ Por onde formos também nós que brilhe a tua luz/ Fala, Senhor, na nossa voz, em nossa vida/ Nosso caminho então conduz, queremos ser assim/ Que o pão da vida nos revigore em nosso “sim”.

O fim da celebração no estádio foi marcada por fogos de artifícios. O show de cores em um céu já escuro encheu os olhos dos fiéis que ficaram para ver a surpresa, prometida logo no início da grande missa. A nona edição da solenidade de Corpus Christi foi encerrada na Catedral de Fátima, após a tradicional procissão que percorreu ruas do Centro da cidade de Imperatriz.

A fiel Maria Antônia Lopes ficou emocionada com a celebração e sempre faz de tudo para comparecer ao evento. “Achei muito bonito. Eu gosto muito dessa festa. Parece que a gente está no céu”. Animada, a senhora ainda diz: “Eu acho que no céu é assim”.