Home Maranhão São Luís Abastecimento permanece irregular na Ceasa e nos supermercados

Abastecimento permanece irregular na Ceasa e nos supermercados

Abastecimento permanece irregular na Ceasa e nos supermercados

Caminhões parados sem mercadoria, caixas vazias empilhadas e lojas fechadas, é desta forma que permanece o maior centro de distribuição de alimentos da capital. Depois de vários dias sem vender nada por conta da greve dos caminhoneiros, uma  distribuidora de bananas recebeu um carregamento com 20 mil quilos da fruta na tarde desta terça-feira (29). O caminhão que trouxe a carga estava desde a semana passada retido na estrada.

“A última banana acabou na última sexta-feira e fiquei sem banana o resto da semana, fazendo falta no mercado e tendo prejuízos”, disse Aelson Dantas, gestor de distribuidora.

Além do carregamento de banana, um carregamento de abóbora e melancia também chegaram ao local. Os produtos estavam em falta na cidade há pelo menos cinco dias.  “Estávamos tendo prejuízo, a empresa estava com a despesa alta. Sem o produto a gente não gera lucro”, comentou Alessandro Gomes, gerente de distribuidora.

A Ceasa tem encerrado suas atividades bem mais cedo do que de costume, devido à falta de produtos.

Nos supermercados da capital, ainda há prateleiras e tabuleiros vazios, consequência do abastecimento não regular. Consumidores que vieram as compras, voltaram pra casa sem levar muitos itens. Com pouca variedade, os produtos estão bem mais caros.