Home Maranhão 9º dia: paralisação dos caminhoneiros continua no MA

9º dia: paralisação dos caminhoneiros continua no MA

9º dia: paralisação dos caminhoneiros continua no MA

Atualizado às 13h38

Apesar do acordo anunciado pelo governo, que se comprometeu a baratear o diesel em R$ 0,46 por 60 dias, os caminhoneiros ainda mantém protestos em vias do país. Nesta terça-feira (29), a paralisação continua no Maranhão e em outros 17 estados, sendo o nono dia de protesto da categoria.

Na noite de ontem (28), participantes de protesto colocaram fogo em pneus no km 44 da BR-135, no povoado Peris de Baixo. Forças policiais da Polícia Rodoviária Federal (PRF) e do exército estiveram no local. Por volta das 21h, os manifestantes foram retirados e a rodovia liberada, sendo seis deles presos e levados para a sede da Polícia federal em São Luís. Não houve registro de feridos.

Os caminhoneiros maranhenses ainda reivindicam contra a atual política de preços dos combustíveis que sofrem variações constantes. Hoje, 10 pontos parciais continuam bloqueados nas rodovias que cortam o Maranhão. Com o protesto, a Cooperativa dos Hortifrutigranjeiros do Maranhão (Ceasa-MA) já declarou desabastecimento geral. Além disso, universidades federais e estaduais suspenderam as aulas, mas informaram que após o abastecimento de combustível em alguns postos de gasolina, por meio de caminhões-tanque, as aulas retornam normalmente nesta terça-feira.

Serviços de caráter urgente, assim como essenciais, desde a saúde à segurança pública, não estão sendo afetados. Já em questão a mobilidade, o Sindicato de Empresas de Transporte e Passageiros de São Luís (SET), informou que os ônibus da Região Metropolitana continuam circulando com uma frota de 90%.

“É um prejuízo que os ônibus continuarem parados, caminhões-tanque fizeram o abastecimento e fomos priorizados por sermos um serviço de necessidade pública”, explicou o Superintendente do SET, Luís Cláudio.

18 ESTADOS EM PROTESTO
Há protestos no Maranhão, Goiás, Paraíba, Pernambuco, Ceará, Sergipe, Bahia, Rio Grande do Norte, Tocantins, São Paulo, Minas Gerais, Espírito Santo, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Paraná, Santa Catarina, Rio Grande do Sul e no Distrito Federal.