Home Política “Corumbá” é julgado hoje por morte de turista em Alcântara

“Corumbá” é julgado hoje por morte de turista em Alcântara

“Corumbá” é julgado hoje por morte de turista em Alcântara

José Vicente Mathias, o ‘Corumbá’, que confessou ter assassinado pelo menos cinco mulheres entre os anos de 1999 e 2005, sendo duas no Maranhão, será julgado nesta terça-feira (22), em Alcântara. Ele agia sempre em cidades turísticas e se passava por artesão.

Preso em Goiás, ele já foi condenado por matar uma russa, naturalizada israelense, Katryn Rakitov, que foi vista pela última vez em agosto de 2004, em Pirinópolis, perto de Goiânia. Agora, Corumbá vai a julgamento pelo assassinato da turista espanhola Núria Fernandez Collada, de 27 anos. Núria foi morta a pauladas em 2005 em uma praia em Alcântara, no norte do Maranhão. Ele teria comido partes do cérebro e bebido o sangue da turista em um ritual de magia negra.

No Maranhão, Corumbá também foi acusado de matar a turista alemã Maryanne Kern, de 49 anos. O corpo dela foi achado com sinais de espancamento em uma cova rasa feita em uma praia de Barreirinhas.

Os crimes violentos que praticava ganharam repercussão internacional.

Caso Alcântara 

Segundo a denúncia oferecida pelo Ministério Público à época, Corumbá teria de forma fria e cruel assassinado a turista espanhola, no dia 18 de março de 2005. De acordo com o documento, eles teriam se conhecido em São Luís, e após ter conquistado a confiança da estrangeira, viajaram juntos de barco Catamarã para Alcântara. O crime ocorreu na praia de Itatinga, assino confesso, Corumbá diz ter  “cometido o crime, com pauladas na cabeça da vítima”.