Home Maranhão Imperatriz Viaduto de Imperatriz receberá arte de grafiteiros

Viaduto de Imperatriz receberá arte de grafiteiros

Viaduto de Imperatriz receberá arte de grafiteiros

“Quem foi Frei Manoel Procópio?”, “Quem foi o fundador de Imperatriz?”, “Qual a primeira igreja?”, “E as primeiras ruas?”, essas são algumas das perguntas que serão respondidas por meio do grafite, no Viaduto de Imperatriz. Passarelas, viadutos, e outros pontos turísticos da cidade também irão receber a arte.

O projeto Casa do Hip Hop é o responsável pelas pinturas dos muros e monumentos. De acordo com a coordenação do projeto, o objetivo é mostrar a arte de rua por meio de desenhos grafitados que contam a história e cultura urbana do município. Na manhã desta quarta-feira (16), foi dado início a limpeza dos muros do Viaduto de Imperatriz, primeiro local que receberá o grafite. A Casa do Hip Hop é coordenada pela Secretaria de Esportes, Lazer e Juventude, Sedel, com a inclusão de cerca de 360 crianças e adolescentes do Recanto Universitário, Vila Fiquene e bairros adjacentes, incluindo a grande Vila Nova, por meio de atividades esportivas e culturais.

A primeira etapa do processo consiste na limpeza dos muros, que estão cheio de cartazes antigos. Na segunda etapa acontece a raspagem da sujeira, com o uso de espátulas e água. Depois será feito o desenho dos grafites, para assim, receber a tintura do grafite, na terceira fase. São 12 pessoas que trabalham na ação. Os materiais utilizados para a transformação dos lugares, metade é parte cedida pelo município, a outra, por meio de voluntariados da própria organização. As atividades serão finalizadas em um mês.

Segundo o coordenador do projeto Casa do Hip Hop, Deivis Brawn, a escolha do primeiro local para receber as artes foi estratégica, já que o Viaduto é visto por grande parte das pessoas que chegam a cidade, devido à localização. “A gente precisava contar a história de Imperatriz para quem chegar, poder ver. Todos passam por esse local. É uma forma de contar essa história é por meio do grafite. O grande gigante (nosso viaduto), há décadas está dessa forma. Só serve para colar propagandas, sem nenhum arte. A gente trouxe esse projeto para Imperatriz e está sendo apoiado. O viaduto vai ser grafitado e nele será colocado a história da cidade e as artes”.

Para o grafiteiro Paulo Grafite, a iniciativa cultural é uma forma de conscientização. “O nosso grafite tem o objetivo de conscientizar a sociedade. No mundo em que vivemos há de falta amor. O grafite trabalha exatamente nisso, na conscientização humana. É uma honra está aqui”.