Home Maranhão Polícia investigará causas do incêndio que matou bebê em Timon

Polícia investigará causas do incêndio que matou bebê em Timon

Polícia investigará causas do incêndio que matou bebê em Timon

A Polícia Civil do Maranhão investigará as causas do incêndio que matou carbonizado um bebê de um ano.  A tragédia ocorreu na manhã de ontem (03) no povoado Miguel Arraes, zona rural de Timon (MA). O 2º Distrito Policial está à frente das investigações.

Até o momento, não há confirmações da causa do acidente. Um das hipóteses do Corpo de Bombeiros, que esteve no local, é de que pode ter ocorrido um curto-circuito, mas somente uma perícia técnica poderá confirmar o que de fato ocorreu.

“Não podemos afirmar porque precisa de uma comprovação técnica. No quartel do Batalhão de Timon não dispõe de uma equipe de perícia técnica. Nesta situação, o responsável de fazer essa perícia é a polícia. Então, qualquer tipo de levantamento somente após análise da Polícia Civil”, comentou o Tenente Ramos, do Corpo de Bombeiros em Timon.

Entenda o caso

Um bebê morreu carbonizado nesta quinta-feira (03) em Timon (MA). De acordo com a avó dos meninos, são três filhos. No momento do incêndio, Tiago Henrique, de um ano, estava na casa com o irmão do meio, de três anos, que gritou no momento do fogo. O bebê estava no sofá quando o fogo tomou de conta da sala e ele morreu carbonizado.

A mãe tinha saído para comprar um remédio e avisou para a avó que desse uma olhada nos filhos. Ela estava tomando banho e quando terminasse iria até os netos, que estavam dormindo ainda. O filho mais velho, de 7 anos estava na casa da avó tomando café.

As vizinhas ouviram a criança de 3 anos gritando e batendo na porta da sala. Tentaram arrombar a da frente, mas não conseguiram. Juntos, entraram pela porta dos fundos e conseguiram retirar Francisco das Chagas, de 3 anos. Tiago estava no sofá, onde o fogo deve ter começado e só foi visto pelos moradores depois, quando já tinha apagado o fogo.

Por: Cidade Verde