Home Maranhão Imperatriz Campanhas de conscientização do trânsito são realizadas em Imperatriz

Campanhas de conscientização do trânsito são realizadas em Imperatriz

Campanhas de conscientização do trânsito são realizadas em Imperatriz

Em Imperatriz, em decorrência da campanha Maio Amarelo, serão realizadas blitz e palestras educativas a fim de melhorar os índices de segurança no trânsito. Dados do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) revelam que, só entre janeiro e fevereiro de 2018, foram registrados 369 acidentes de trânsito na cidade.

A campanha do Maio Amarelo tem como objetivo chamar atenção para o número de mortos e feridos no trânsito em todo o mundo.  A Secretaria Municipal de Trânsito (Setran), em parceria com o SEST SENAT, o Sindicato dos Taxistas e a Vigilância da Saúde, vão desenvolver atividades voltadas para a conscientização dos jovens sobre questões do trânsito, em escolas públicas e privadas.

O movimento começa pela escola Madalena de Canossa, no Parque Santa Lúcia, e faz parte da campanha Maio Amarelo, no qual o mês é dedicado a reforçar a importância das regras de trânsito para todas as pessoas, tanto motoristas como pedestres. A iniciativa nos colégios objetiva introduzir a participação de crianças e adolescentes o quanto antes, para que eles saibam desde cedo qual o seu papel.

O secretário de trânsito, Leandro Braga, explica que os resultados de todo o trabalho serão percebidos a curto prazo, mas a maior diferença vai acontecer daqui há alguns anos. “Estamos lançando um projeto chamado ‘Agente Mirim’, onde as crianças serão educadas para passar para outras crianças e para os pais o que aprenderam. Acreditamos que daqui há cinco, dez, quinze anos, teremos um trânsito que todo mundo deseja, um trânsito seguro” afirma.  

Além da campanha realizada nas escolas, também serão realizadas palestras em empresas e faculdades. O secretário conta também que haverá uma intensificação das fiscalizações e blitz educativas. “Iremos intensificar a sinalização e também a fiscalização, o bom é que a gente vem reduzindo o número de acidentes no trânsito, porém ainda é pouco, precisamos avançar mais ainda”, conta Leandro.