Home Brasil Pesquisadores da UEMA descobrem e descrevem um novo gênero de mosca

Pesquisadores da UEMA descobrem e descrevem um novo gênero de mosca

Pesquisadores da UEMA descobrem e descrevem um novo gênero de mosca

Pesquisadores da Universidade Estadual do Maranhão (UEMA) e do Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia (INPA) descobriram, descreveram e nomearam mais um gênero novo de moscas, e, desta vez, resolveram selar cientificamente uma parceria de quase 25 anos colocando o nome Inpauema. O Inpauema torna público, universaliza e eterniza a parceria entre a UEMA e o INPA.

O pesquisador Francisco Limeira de Oliveira, ao analisar determinada amostra de moscas coletadas no Parque Estadual do Mirador (Mirador) e no Parque Nacional Chapada das Mesas (Carolina) presentes no acervo da Coleção Zoológica do Maranhão (CZMA), que fica na UEMA Campus Caxias, identificou um gênero novo e duas espécies novas Inpauema mirador (homenagem à localidade tipo do gênero novo) e Inpauema gaimarii (homenagem ao Dr. Stephen Gaimari, pesquisador americano que contribui para o estudo das moscas na América do Sul).

“No material da família Odiniidae, estava um grupinho de moscas marrons muito bonitas e que não tinha nada escrito sobre nenhum gênero”, lembra Francisco, que também é curador da CZMA.

O Inpauema passa a ser caracterizado por uma combinação única de caracteres: corpo predominantemente marrom escuro a preto, com manchas de pruinose prateadas na margem interna dos olhos, além de outros aspectos.

Esse achado no acervo da CZMA motivou a equipe de pesquisadores a analisar, também, o acervo de Diptera da Coleção de Invertebrados do INPA onde foram encontradas mais três espécies novas. A amostra encontrada no acervo do INPA foi coletada nos estados do Amazonas: Inpauema catarinae (homenagem à pesquisadora do INPA Catarina da Silva Motta, in memoriam.) e Inpauema xavieri (homenagem ao técnico do INPA, Francisco Felipe Xavier Filho, coletor de vários exemplares amazônicos). Além dessas, também encontraram a denominada Inpauema raimundoluizi (homenagem ao professor da UEMA, Raimundo Luiz Ferreira de Almeida), espécie registrada exclusivamente para o estado do Pará.

Os participantes dessa descoberta foram o pesquisador Francisco Limeira, o coordenador de Biodiversidade do INPA, José Albertino Rafael e duas egressas do Curso de Biologia do Campus Caxias, Dayse Marques e Geniana Reis.

Francisco Limeira destacou a importância da área do Parque do Mirador na descoberta. “No Parque do Mirador está o grande achado de outros gêneros novos de moscas. Nele foi onde encontramos o número recorde de exemplares do gênero Inpauema. É a área que está no mapa da biodiversidade como um local que tem uma riqueza de espécies e gêneros novos”, disse.

A pesquisa foi publicada recentemente na revista científica Zootaxa (http://www.mapress.com/j/zt), um dos principais periódicos para taxonomistas na área de Zoologia.

O estudo contou com o financiamento da Fundação de Amparo à Pesquisa e ao Desenvolvimento Científico e Tecnológico do Maranhão (FAPEMA), da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Amazonas (FAPEAM) e do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq), por meio do projeto Rede Bionorte, Rede de Biodiversidade de Insetos na Amazônia (Rede-BIA) e do Programa de Pesquisa em Biodiversidade – PPBio – Rede Cerrado.