Home Maranhão Imperatriz 23 armas de fogo foram apreendidas este ano em Imperatriz

23 armas de fogo foram apreendidas este ano em Imperatriz

23 armas de fogo foram apreendidas este ano em Imperatriz

Ao todo, 23 armas de fogo e cinco réplicas foram apreendidas pelo 14ª BPM, somente nos três primeiros meses do ano. Além dessas, outras quatro apreensões foram registradas no mês de abril.

As apreensões fazem parte das ações de o combate à criminalidade, realizadas pelo 14º Batalhão de Polícia Militar, que tem como área de atuação parte da cidade de Imperatriz; e inclui também as cidades de Davinópolis, João Lisboa e Senador La Roque.

O Batalhão tem trabalhado em prol da segurança e já promoveu diversas ações preventivas, como 12 prisões por tráficos de drogas, 22 mandatos de prisões cumpridos, 51 atuação em flagrante, 42 motocicletas recuperadas e 247 conduções de pessoas a delegacia.

O comandante do 14ª BPM, Coronel Brito Junior, fala sobre a intensificação das abordagens e de como elas são responsáveis pela diminuição significativa no número de crimes e assaltos.

Segundo o Coronel Brito, os resultados da operação são satisfatórios; “Através das operações policiais nas ruas, temos reduzido o porte ilegal de armas de fogo, tráfico de drogas, recuperando motos roubadas, reduzindo a questão de furtos de veículos e também os mandatos de prisões que estão em aberto, graças às abordagens. Nós estamos desenvolvendo um trabalho satisfatório, que está atendendo a comunidade e trazendo a sensação de segurança” afirma o Coronel.

Segundo o Delegado regional da Polícia Civil, Eduardo Galvão, a “polícia tem buscado diariamente tirar de circulação armas e drogas, além dos simulacros de armas de fogo que geralmente é usado para a realização de assaltos, afim de, promover a segurança da população”.

Porte de arma

De acordo com o artigo 6 da lei do desarmamento, os profissionais que podem ter porte de armas são:

Policiais, integrantes das forças armadas, guardas prisionais, auditores da receita federal e do trabalho, agentes operacionais da agência brasileira de inteligência, agentes do departamento de segurança do gabinete de segurança institucional da presidência da república, integrantes das carreiras de auditoria da receita federal do brasil e auditoria-fiscal do trabalho, cargos de auditor-fiscal do trabalho, cargos de auditor fiscal e analista tributário.

Para cidadãos comum, que desejam possuir uma arma, a exigência é:

Ter no mínimo 25 anos, declarar necessidade, não ter antecedentes criminais, não estar respondendo a inquérito policial ou processo criminal, ter ocupação lícita e residência certa, comprovar capacidade técnica e aptidão psicológica.