Acusado de matar o próprio filho é condenado a 35 anos

Foi condenado pelo Conselho de Sentença do Tribunal do Júri de Parnarama/MA Ronildo da Conceição Ribeiro, acusado de homicídio qualificado e tentativa de homicídio qualificado, crime cometido no bairro Redenção em 17 de agosto de 2013. A pena determinada foi de 35 anos de reclusão, a ser cumprida inicialmente em regime fechado. O acusado não tem direito a recorrer em liberdade.

Segundo a sentença, Ronildo matou o próprio filho e tentou matar a ex-esposa Maria Cleane da Conceição e o irmão dela. Após deixar o filho cair de seus braços, ele desferiu facadas contra Maria Cleane e não chegou a matá-la porque o cunhado interveio e impediu, sendo ferido também. Ele avançou então contra o irmão da ex-esposa, mas foi impedido por terceiros, que o seguraram. A decisão aponta que Ronildo agiu com motivação fútil durante os três crimes.

De acordo com a denúncia, o acusado suspeitava não ser o pai biológico da criança, após tê-lo registrado como filho. Ele estava foi acusado de homicídio qualificado praticado contra a criança, de homicídio tentado qualificado praticado contra Maria Cleane e de homicídio tentado contra Antônio. Ronildo da Conceição estava preso desde os crimes.