Home Polícia Acusado de matar ex-mulher no Coroadinho será julgado

Acusado de matar ex-mulher no Coroadinho será julgado

Acusado de matar ex-mulher no Coroadinho será julgado

Será julgado pelo 1º Tribunal do Júri de São Luís, nesta sexta-feira (13), o pedreiro Ivar de Matos, 43, pelo assassinato da ex-companheira Andrea Miranda Teixeira, 36, a golpes de facão e uso de martelo, na residência dele, no bairro Coroadinho.

Réu confesso, o acusado está preso desde a data do crime. O casal viveu junto por cerca de 16 anos, teve duas filhas, estava separado há três semanas e o homem não aceitava a separação.

A sessão de júri popular, que começa às 8h30, no salão localizado no primeiro andar do Fórum Des. Sarney Costa (Calhau) será presidida pelo juiz Osmar Gomes dos Santos. Atuará na acusação o promotor de Justiça Luís Carlos Correa Duarte e a defesa, pelo defensor público Adriano Jorge Campos.

Na decisão de pronúncia, o juiz titular da 1ª Vara do Tribunal do Júri, Osmar Gomes, afirma que há indicativos de que o réu praticou o crime contra a vítima em razão de sua condição de sexo feminino e em decorrência de violência doméstica, já que não se conformava com o término do relacionamento. Ivar de Matos será julgado pelo crime de homicídio qualificado por motivo torpe e feminicídio. Ele foi preso em flagrante, teve sua prisão convertida em preventiva na audiência de custódia realizada pela Central de Inquéritos de São Luís, a preventiva foi mantida pelo magistrado Osmar Gomes e o acusado permanece preso.

Relembre o caso

Andreia Miranda Teixeira de 36 anos, foi brutalmente assassinada na noite do dia 21 de junho do ano passado, no bairro Coroadinho, em São Luís. O autor do crime identificado como Ivar de Matos, era o ex- companheiro da vítima.

De acordo com informações da polícia, o homem não aceitava o término do relacionamento. Ele desferiu diversas facadas na ex-companheira, os golpes atingiram diferentes partes do corpo da vítima.

Ivar de Matos foi preso quando trafegava pela avenida dos Africanos em uma bicicleta e com a arma utilizada no crime.

Lei também:

Realizada audiência de instrução do acusado de matar ex-companheira