Home Polícia Helicóptero que caiu estava regular e tinha certificado válido até 2022

Helicóptero que caiu estava regular e tinha certificado válido até 2022

Helicóptero que caiu estava regular e tinha certificado válido até 2022

Investigadores do Primeiro Serviço Regional de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (SERIPA I), órgão regional do Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (CENIPA), realizam a Ação Inicial da ocorrência envolvendo a aeronave que caiu no último domingo (1º/04), entre os municípios de Morros e Axixá  (MA).

O Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (CENIPA) está atendendo a ocorrência do helicóptero de matrícula PP-WVR que caiu entre os municípios de Morros e Axixá no último domingo (1º). No acidente, quatro pessoas morreram, sendo um Policial Civil que pilotava a aeronave e três médicos que prestavam atendimento na capital.

De acordo com informações do Primeiro Serviço Regional de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (SERIPA I), uma coleta de dados foi feita ainda no dia do acidente.  Peritos retiraram partes da aeronave e encaminharam para Belém (PA), onde será feita a análise. Além disso, os investigadores também estão reunindo documentos e ouvindo relatos de pessoas que possam ter observado a sequência de eventos.

Segundo o diretor do Comando Tático Aero (CTA), Coronel Ismael, ainda é muito  precoce apontar as causas do acidente. “São vários fatores, podem ter sido mecânico, meteorológico, humano ou uma junção de todos eles. Não dizer ainda o que o foi”, informou.

O helicóptero estava regular e tinha o certificado de aeronavegabilidade válido até 2022.  A aeronave pesava mais de 1 tonelada e tinha capacidade para transportar até três passageiros.

Documento comprova que aeronave estava regular para voos.   FOTO: Reprodução / TV Difusora

O acidente

Na tarde do domingo (1º), um helicóptero caiu em uma fazenda localizada entre os povoados Miritil e Lentel, próximo ao município de Rosário. Quatro pessoas estavam na aeronave que havia saído de Lima Campos (258km de São Luís), em direção ao aeroporto de Paço do Lumiar, na Grande Ilha. Chovia bastante na hora do acidente.

Todos que estavam no helicóptero morreram.   FOTO: Reprodução / TV Difusora