Home Maranhão São Luís Grupo fica à deriva no mar após realizar travessia em Jet Ski

Grupo fica à deriva no mar após realizar travessia em Jet Ski

Grupo fica à deriva no mar após realizar travessia em Jet Ski

Nesta sexta-feira (30), parte de um grupo de pessoas que saíram de São Luís para Barreirinhas em Jets Skis tiveram problemas e acabaram ficando à deriva. Eles saíram ontem (29), por volta das 5h, quando chovia bastante. De acordo com a Capitania dos Portos, o grupo teve problemas devido ao estado do mar e em decorrência de uma pane seca.

Segundo informações dos bombeiros, as ondas aumentaram. Com a ocorrência, 16 tiveram problemas com o Jet Ski e ficaram ‘presos’ no mar, sendo que desses somente cinco conseguiram chegar ao destino.

Por volta das 17h, parte do grupo chegou à salvo em Atins, povoado de Barreirinhas. Por volta das 21h30, eles conseguiram ajuda. De imediato, Marinha contatou o Comando Tático Aéreo, da Polícia Militar do Maranhão, com o propósito de iniciar as buscas pelos desaparecidos com apoio de aeronave, logo ao amanhecer foi realizada uma operação de busca e salvamento, com mobilização da Comunidade Marítima.

Outros que ficaram em alto-mar foram localizados na manhã de hoje (30), na Praia de Travosa, localizada em Primeira Cruz, povoado dos Lençóis Maranhenses.

Buscas

De acordo com o Coronel Célio Roberto, comandante do Corpo de Bombeiros Militar, as buscas só podem ser realizadas durante o dia. O socorro não foi feito durante a noite por conta da dificuldade e risco devido à escuridão. Segundo o Comandante, essas atividades esportivas são consideradas de risco. Autoridades devem ser avisadas para ajudar em socorros.

Apesar de o grupo estar com coletes, parte deles teria caído por conta das fortes chuvas no momento da travessia. Especialistas alertam que nesse tempo, ondas podem chegar até 10 metros.

Por meio de nota, a Capitania dos Portos informou que será conduzido um Inquérito de Acidentes e Fatos à Navegação, no qual os condutores das moto aquáticas serão notificados a comparecer à Capitania dos Portos do Maranhão para prestarem os devidos esclarecimentos relativos ao fato.