Home Maranhão São Luís Pedra Fundamental marca início das obras do Porto São Luís

Pedra Fundamental marca início das obras do Porto São Luís

Pedra Fundamental marca início das obras do Porto São Luís

São Luís – Desenvolvido ao longo dos últimos cinco anos, o novo terminal de uso privado em São Luís do Maranhão, finalmente deixa de ser um projeto para se tornar realidade com o lançamento da pedra fundamental nesta sexta-feira, 16. A primeira fase da obra está orçada em R$ 800 milhões e deve ser concluída dentro de quatro anos – com a geração estimada de quatro mil empregos diretos.

A capacidade de movimentação do novo terminal é de cerca de dez milhões de toneladas por ano – sendo sete milhões de soja e milho, 1,5 milhão de fertilizantes, 1,5 milhão de carga geral e 1, 8 mil metros cúbicos de derivados de petróleo. Batizado como Porto São Luís, a obra compreende uma área de 200 hectares onde serão construídos seis berços, sendo quatro na primeira fase de construção e dois na segunda, mais ponte de acesso, acesso rodoferroviário e pera ferroviária.

Uma comitiva de 65 altos executivos chineses estará em São Luís especialmente para a solenidade de lançamento da Pedra Fundamental do Porto São Luís – entre eles, Sun Ziyu, membro do conselho e vice-presidente executivo da China Communications Construction Company (CCCC), maior empresa de infraestrutura da China e uma das cinco maiores do mundo. Em setembro de 2017, a CCCC comprou 51% de participação no Porto São Luís.

Sobre os investidores

CCCC- A China Communications Construction Company (CCCC) é a maior empresa de insfraestrutura da China e a quinta maior do mundo. Entre as obras com a assinatura da empresa estão a maior ponte do mundo, que liga Macau e Zhuai, com 55 quilômetros de extensão. A CCCC está listada na Bolsa de Hong Kong

WPR- Empresa de infraestrutura do empresário Walter Torre Júnior

LYON CAPITAL – A Lyon Capital, empresa de private equity independente que prospecta oportunidades de negócios, especialmente na área de infraestrutura em toda a América Latina, tendo Paulo Remy Gillet Neto, Nilton Bertuchi e Roberto Ferrari, como principais acionistas