Home Polícia PF cumpre mandados de prisão contra quadrilha de roubo a banco

PF cumpre mandados de prisão contra quadrilha de roubo a banco

PF cumpre mandados de prisão contra quadrilha de roubo a banco

A Polícia Federal do Piauí, em parceria com a Polícia Civil do Piauí e do Maranhão, deflagrou nesta quinta-feira (15) a Operação Metalon. A ação cumpre mandados de prisão contra suspeitos de roubo a banco.

Essa operação é contra um grupo  suspeito de explodir a agência da Caixa Econômica Federal de Timon (MA) em 28 de agosto de 2017, assim como a explosão da Caixa no Piauí que ocorreu na semana passada.

A Polícia Civil do Piauí possui três mandados sendo cumpridos. Já a PF possui nove mandados de busca e apreensão em Teresina/PI e Timon/MA. Também foram expedidos 12 (doze) mandados de prisão preventiva, sendo que parte do grupo já encontra-se preso por conta de outros delitos.

Na operação, uma pessoa foi presa em flagrante. Com o suspeito, os policiais encontraram drogas e outros materiais relacionados a entorpecentes. As equipes seguem com a operação e mais prisões devem ocorrer durante o dia de hoje. Aos suspeitos são atribuídas ações criminosas aos bancos nas cidades de Teresina, Jerumenha e Marcos Parente, ambos no Piauí, além de Timon, Parnarama e Codó, no Maranhão.

Um dos suspeitos de nome Derlean foi preso no ano passado e estava usando o anel do gerente do Bradesco de Parnarama”, disse Humaitan Oliveira, delegado regional de Timon.

O nome da operação é em alusão ao material utilizado pela quadrilha, um tipo de artefato caseiro. “Eles fabricam uma caixa metálica com pólvora confinada e usam para fazer a explosão, inclusive, repassam para outras organizações criminosas. Esse tipo de artefato chegou ao Piauí há dois anos e tem poder de destruição maior que os explosivos roubados em pedreiras, por exemplo”, explica a delegada Larissa Magalhães, da  Delegacia de Combate a Crimes Contra o Patrimônio e Tráfico de Armas (Delepat) do Piauí.

Com informações do portal Cidadeverde.com