Exposição recebe acervo da Casa de Nhozinho

A Galeria Silvia Raimunda, localizada no prédio da Secretaria de Cultura e Turismo (Sectur), recebeu nessa sexta-feira (9) parte do acervo do Museu Casa de Nhozinho por meio da exposição “Um Maranhão pelas mãos de quem faz”. A ideia é que os visitantes possam conhecer os elementos da mostra permanente do museu, que ficará fechado temporariamente para reforma.

A exposição deve permanecer na Galeria durante três meses, nos horários de terça a sábado das 9h às 18h e aos domingos das 9h às 13h. Monitores do Museu estarão disponíveis para fazer a visita guiada.

Fazem parte da mostra réplicas de embarcações, armadilha de pesca, peças de coleções de Nhozinho e José Alencar, artista plástico e artesão, a cultura do povo Canela, como maquetes e máscaras de ritual, objetos trançados das fibras guarimã, carnaúba e babaçu, assim como redes de dormir, brinquedos populares e rendas.

“A ideia da exposição é mostrar um pouco do artesanato que é feito no Maranhão pelas mãos tão talentosas dos mestres que temos aqui. Também mostrar as obras dos artesãos José Alencar e do artista popular Antônio Bruno Pinto Nogueira, conhecido como Nhozinho”, relatou a diretora do Museu Casa de Nhozinho, Lilian Alves.