Home Política Cabo Campos comenta denúncia de agressão em sessão na Alema

Cabo Campos comenta denúncia de agressão em sessão na Alema

Cabo Campos comenta denúncia de agressão em sessão na Alema

Após deixar de comparecer a sessões na Assembleia, desde que foi feita a denúncia de agressão física praticada contra a própria esposa, o deputado estadual Roberto Campos Filho, mais conhecido como Cabo Campos, esteve presente na sessão desta quarta-feira (7) e ocupou a tribuna, falando sobre a investigação que envolve o nome dele.

Em sua fala, ele contou como conheceu a esposa e como os dois formaram família. “A maior conquista que eu tive, em meus 49 anos de vida, foi ter conquistado uma família e fortalecer aquela da qual eu vim”, disse ele.

Segundo o Cabo Campos, ele não tinha a intenção de vir a público e comentar sobre o caso, mas decidiu falar após sua filha se posicionar. “Eu não iria falar em hipótese alguma, para resguardar o mínimo de intimidade, o minimo daquilo que se chama família”, afirmou. “A menina que carreguei nos braços e criei para que fosse uma grande mulher, se manifestou. Somente por isso que eu estou falando aqui para os senhores”, continuou.

Ele aponta que a situação em seu lar não estava boa. “Minha filha teve a coragem de assumir a sua opção sexual. Ela falou para a minha esposa, que teve uma aceitação diferente da minha. Eu criei minha filha para que ela tomasse as próprias decisões. E ela tomou a decisão dela. Com isso, começou um histórico de violência da minha esposa contra a minha filha. E assim como minha filha sofreu algumas agressões, eu comecei também a sofrer. Até que chegou a noite que eu tive que contê-la”, explicou.

Após as afirmações, ele então questionou: as pessoas disseram que eu espanquei a minha esposa, que dei chutes e pontapés em minha esposa. Se eu desse socos em minha esposa, como ficaria o rosto dela?”

Ele apontou que é usual que sua esposa use colar cervical, devido a uma queda que teria levado e a uma hérnia de disco que ela sofre.

Em sua fala, ele também afirmou que ama a família e que tentará, até o final, reconstruí-la. “Esse caso não cabe a mim. Quero saudar minha filha pela sua coragem. A situação dentro do meu lar não estava boa e está exposta para todos agora. Quero aqui dizer que amo minha esposa e que não irei abandoná-la em hipótese alguma”.

Ele finalizou o discurso pedindo desculpas a todos pelos seus erros.

Após o discurso de Cabo Campos, a deputada Valéria Macedo também comentou. Como procuradora da mulher na Assembleia, a deputada vem acompanhando o andamento das investigações.

“Foi positivo aqui hoje. O deputado veio e deu a sua declaração, é importante vermos a outra versão do caso. Todo acusado tem direito de resposta, de se defender. Nós esperávamos por isso”, apontou a deputada, que disse também: “Pedi que se apure toda a questão da investigação, a manifestação do MP, a manifestação do Tribunal de Justiça, se houver uma ação penal, nós vamos representar a Comissão de Ética da Casa”.

Valéria Macedo apresentou pedido de afastamento do deputado estadual por 60 dias de suas funções parlamentares. Ela afirmou ainda que vai entrar com um pedido de cassação do parlamentar por quebra de decoro parlamentar na Comissão de Ética se a denúncia for acatada pela Justiça caso o Ministério Público do Maranhão formalize denúncia contra o parlamentar.

Boletim de ocorrência

A ocorrência de agressão foi registrada pela própria esposa na Delegacia Especial da Mulher (DEM) no último dia 04 de fevereiro. Segundo o boletim de ocorrência, a esposa de Cabo Campos sofreu prática dos crimes de lesões corporais, qualificada pela violência doméstica, assim como crime de injuria, violência psicológica e atentado a dignidade da vítima.