Taxista é assassinado por dois homens na Av. dos Africanos

O taxista Eloneide Ferreira da Silva, de 44 anos, foi vítima de homicídio na noite do último sábado (3), na Av. dos Africanos. Ele fazia corrida com dois homens que se dirigiam ao bairro do Coroado, mas foi furado no pescoço enquanto realizava sua corrida. Os criminosos ainda roubaram a carteira e o relógio da vítima. O crime está sendo investigado pela Delegacia de Homicídios.

Na noite do sábado (3), por volta das 22h, Eloneide estava em serviço no ponto de táxi localizado ao lado do Terminal da Praia Grande quando os dois homens solicitaram a corrida. Os outros três taxistas que estavam no local desconfiaram de que se tratava de assalto, mas Eloneide aceitou como última corrida do dia. A vítima morava no Parque dos Nobres, próximo ao destino solicitado, no Coroado, e seguiria para casa em seguida.

De acordo com o delegado Marcos Affonso Junior, do Departamento de Proteção à Pessoa, da Delegacia de Homicídios, a corrida teria seguido regular pela Avenida dos Africanos quando eles passaram pela região próximo ao Pindorama e o carro começou a fazer zigue-zague pela pista. Para o delegado, foi o momento em que os assaltantes perfuraram o pescoço de Eloneide. A polícia trabalha com a hipótese de que os “passageiros” teriam pedido para o taxista entrar na região do Pindorama, que é uma região mais escura e suspeita e ele teria se recusado e sido esfaqueado.

O carro continuou seguindo até 100 metros antes da entrada do Coroado, quando o carro parou. Os criminosos desceram e Eloneide também saiu pedindo ajuda. Ele foi socorrido por um motoqueiro que o reconheceu e foi levado ao Hospital Socorrão I, mas não resistiu aos ferimentos e faleceu.

Para o delegado que investiga o caso, a vítima trabalhava como taxista há pouco tempo e por isso não teria desconfiado dos  criminosos.

Eloneide Ferreira da Silva foi sepultado na tarde desta segunda-feira (5).