Home Maranhão Regularização eleitoral pode ser feita nas unidades do VIVA

Regularização eleitoral pode ser feita nas unidades do VIVA

Regularização eleitoral pode ser feita nas unidades do VIVA

Maranhenses que estejam com pendências eleitorais podem regularizar sua situação até o dia 9 de maio e, para facilitar o processo de regularização eleitoral dos maranhenses, o Viva e o Instituto de Proteção e Defesa do Cidadão e Consumidor do Maranhão (Procon/MA) estão oferecendo atendimento para quem busca esse serviço em suas unidades no Shopping da Ilha, de segunda a quinta, até às 22h, e aos finais de semana, das 13h às 19h, no Pátio Norte, no Shopping Passeio e no Viva da Av. Beira-Mar.

Nos Shoppings da Ilha, Pátio Norte e Imperial é possível agendar o atendimento pelo aplicativo ou site. O serviço é oferecido também nas unidades do Viva/Procon dos municípios de Imperatriz (Imperial Shopping), Caxias, Godofredo Viana e Presidente Dutra.

De acordo com o Tribunal Regional Eleitoral do Maranhão (TRE-MA), o cidadão que se ausentar de uma votação terá que justificar a falta e pagar uma multa de R$ 3,51 por turno. E se a situação não for regularizada, a infração será registrada no Cadastro Nacional de Eleitores, impedindo a emissão de certidões de quitação, necessária para a retirada de passaporte.

O TRE-MA orienta que, para a regularização do débito, é necessário realizar a emissão da Guia de Recolhimento da União (GRU), no valor da multa, para pagamento no Banco do Brasil e posterior registro de quitação perante à Justiça Eleitoral.

Caso o cidadão tenha faltas recorrentes e não justificadas nas três últimas eleições, poderá ter o título eleitoral cancelado. Nestes casos as restrições são um pouco maiores. Além de ficar impedido de obter passaporte e carteira de identidade, o cidadão também terá negado o recebimento de salário de função ou emprego público, e a tomada de alguns tipos de empréstimos. A ausência de registro também pode dificultar matrícula em instituições de ensino e a nomeação em concurso público.