Home Notícias Saúde Conjuntivite: entenda sobre contágio e prevenção

Conjuntivite: entenda sobre contágio e prevenção

Conjuntivite: entenda sobre contágio e prevenção

Durante o verão, os casos de conjuntivite ficam mais comuns. Para que a doença não atrapalhe as férias, confira algumas informações e dicas para evitar o contágio.

Segundo o Ministério da Saúde, conjuntivite é a inflamação da conjuntiva, uma membrana que reveste a parte da frente do globo ocular e também o interior das pálpebras. A inflamação pode ser alérgica, viral ou bacteriana. Nos dois últimos casos, é contagiosa.

A doença pode aparecer nas formas viral e bacteriana, sendo transmitida pelo contato com as mãos, secreção ou objetos contaminados, como maçanetas, toalhas e água de piscina, em especial morna e com pouco cloro. Em ambientes coletivos, como escolas ou transportes coletivos, o risco de contaminação é maior.

No caso da conjuntivite viral, não há tratamento específico. Já para a bacteriana, há colírios antibióticos. Os pacientes podem também lavar os olhos e fazer compressas de água gelada, filtrada e fervida, ou soro fisiológico. De qualquer forma, a principal orientação é procurar um médico oftalmologista.

Para evitar o contágio, os que estão doentes devem tomar cuidados para evitar a transmissão para outras pessoas, como lavar as mãos com frequência, trocar as fronhas dos travesseiros e toalhas todos os dias durante a crise, usar toalhas de papel para enxugar o rosto e as mãos e não compartilhar produtos de beleza, como delineador e rímel.

Quem quer se proteger da doença deve evitar coçar os olhos e também fugir de piscinas e academias e outras aglomerações, além de manter as mãos e o rosto sempre lavados.