Home Maranhão São Luís Ações de combate a hanseníase serão intensificadas em São Luís

Ações de combate a hanseníase serão intensificadas em São Luís

Ações de combate a hanseníase serão intensificadas em São Luís

Em alusão ao Janeiro Roxo, que chama atenção para o combate da doença, será realizado a partir desta segunda-feira (22), ações informativas para orientar a população sobre a doença crônica e infectocontagiosa, que atinge pele e nervos periféricos.

No Centro de Referência em Hanseníase, anexo ao prédio do Centro de Saúde Genésio Rêgo, no bairro da Vila Palmeira, haverá uma programação especial com cinco dias de programação voltada para esclarecimentos sobre a doença. A unidade atende pessoas com hanseníase ou com suspeita de ter contraído a doença. No local, os pacientes têm acesso a serviços ambulatoriais, fisioterapia e uma oficina para confecção de calçados especiais para pacientes mutilados.

Por meio das atividades de educação em saúde, desenvolvidas pelo Centro de Referência, em 2017, a unidade registrou 330 novos casos. De 22 a 26 de janeiro a hanseníase será o tema central da programação educativa ofertada aos usuários do SUS no Genésio Rêgo.

O acesso dos pacientes aos serviços oferecidos no Centro de Referência em Hanseníase é feito por agendamento de consultas, que podem ser marcadas diariamente via Call Center, pelos telefones (98) 3243-0036, (98) 3271-0841, (98) 3243-0711 e (98) 3243-2835.

Outras atividades

Até o dia 26 de janeiro, o Hospital Aquiles Lisboa continua com uma série de palestras e atividades em grupo pensadas para envolver profissionais da área da saúde, pacientes e seus familiares. O ponto alto da programação será a ação social, na Associação Comunitária do Itaqui-Bacanga (ACIB), no dia 26, com o objetivo de sensibilizar o público da região sobre a hanseníase.

Já no dia 28 de janeiro, será realizado na Praça Benedito Leite, um ato público que contará com a presença de profissionais de saúde do município de São Luís, universidades e instituições de saúde de referência no estado.

No dia 30 serão realizadas, em todos os terminais de integração da cidade de São Luís, atividades educativas com divulgação dos sinais e sintomas da doença e encaminhamentos de suspeitos para diagnóstico e tratamento.