Home Cultura Galeria Trapiche exibe mostras que abordam surrealismo e abstração

Galeria Trapiche exibe mostras que abordam surrealismo e abstração

A Galeria Trapiche abre o ciclo de exposições de 2018 nesta sexta-feira (19), às 19h, com duas mostras simultâneas, resultado da Chamada Pública Nacional de Ocupação Artística, lançada no ano passado. ‘Prelúdio das Certezas: a linearidade das indiferenças’, de Dan Frei, e ‘Inspiração’, de Patrícia Menezes, ficam abertas para visitação até 19 de fevereiro, de segunda a sexta-feira, das 14h às 19h.

A Galeria Trapiche fica localizada na Avenida Vitorino Freire, em frente ao Terminal de Integração da Praia Grande.

Para selecionar os trabalhos da Chamada Pública Nacional de Ocupação Artística foram avaliadas a criatividade, originalidade, contemporaneidade e qualidade técnica de cada proposta, bem como adequação da proposta às instalações da Galeria Trapiche, o estímulo ao conhecimento, a valorização da pluralidade social e cultural e o currículo artístico do proponente.

EXPOSIÇÕES

Em ‘Prelúdio das Certezas: a linearidade das indiferenças’, de Dan Frei, são retratadas as divergências sociais e o cotidiano sob uma ótica surrealista, apresentando situações de adversidade, envolvimento e contrastes, sem deixar de transmitir o lado poético. A mostra é composta por 17 obras, confeccionadas com a técnica de grafite sobre o papel, carvão e objetos modelados em argila, o que contribui para uma visão tridimensional das experiências retratadas.

Além disso, cenários e referências de São Luís são usados como ponto de partida, relacionando a distinção entre o conservador e o contemporâneo. A mostra propõe ainda a discussão sobre as relações de trabalho e outras formas de sobrevivência na cidade.

Já em ‘Inspiração’, de Patrícia Menezes, cores, formas e elementos compõem a exposição com imagens abstratas, indefinidas e figurativas. Entre tintas e pincéis, a artista plástica trabalha pintura sobre telas levantando questionamentos sobre sonhos, desejos, persistência e outras indagações que a movem.

A exposição conta com 20 obras de autoria de Patrícia Menezes e dos alunos do Centro de Criações Artísticas (Criart). Na entrada da galeria, um grande painel grafitado pelo artista Edi Bruzaca ilustra o caráter de vanguarda da proposta Ocupação.