Home Cultura Carnaval Agremiações carnavalescas firmam compromisso de não participarem de desfile

Agremiações carnavalescas firmam compromisso de não participarem de desfile

Agremiações carnavalescas firmam compromisso de não participarem de desfile

A tão esperada apresentação tradicional das escolas de samba de São Luís pode não acontecer este ano: após duas reuniões, 10 das 11 agremiações assinaram documento de compromisso de não participar do desfile de passarela.

João Moraes, presidente da Favela do Samba, campeã do ultimo carnaval e dona de 18 títulos, disse manterá a decisão da escola. Segundo ele as mudanças no edital e a liberação do recurso tardio impossibilitaram a participação da escola.

Ele garantiu ainda que, apesar disso, a escola pode animar o carnaval em bairros e ruas da cidade, onde forem requisitadas, com a aplicação dos recursos na ordem de R$ 95 mil reais obtidos pelo Governo do Estado.

A única escola que apontou que participará do desfile independentemente do repasse de recursos foi a Flor do Samba.  Durante entrevista no Programa Resenha, o presidente da Flor do Samba, André Campos, confirmou a participação da escola no desfile. “A escola não aceita a forma como vem sendo dirigida a liga das escolas de samba e foi contra esse movimento de boicotar o carnaval de passarela”, disse ele.

Confira o programa na íntegra:

Quando questionado sobre o caso, o Secretário Municipal de Cultura, Marlon Botão, fez a seguinte afirmação: “com muito esforço e com muita determinação, o prefeito Edivaldo Holanda Júnior garantiu toda a estrutura do carnaval, no que está sendo possível, então uma manutenção do que já vinha sendo feito em relação principalmente às escolas de samba, no que tange à política de subsídio para que elas se apresentem da melhor maneira possível”.