Home Maranhão São Luís Não existem dados oficiais sobre acidente na Via Expressa, diz nota da PM

Não existem dados oficiais sobre acidente na Via Expressa, diz nota da PM

Não existem dados oficiais sobre acidente na Via Expressa, diz nota da PM

A Polícia Militar Rodoviária do Maranhão afirmou que não existe qualquer  dado oficial sobre o acidente com motos na Via Expressa, registrado em vídeo que circula nas redes sociais de São Luís desde as primeiras horas da manhã deste sábado (30). “Nenhuma ocorrência foi registrada no CIOPS através do 190 e ainda não se tem informações sobre os veículos ou condutores envolvidos”, diz a nota oficial (leia abaixo, na íntegra).  O vídeo, que viralizou nas redes sociais da capital, mostra uma moto sendo atingida por outra no que parece ser um ‘racha’, uma disputa de alta velocidade ilegal que pode provocar graves acidentes.

 

Embora o vídeo esteja sendo divulgado como um acidente que aconteceu na madrugada deste sábado (30), o vídeo chegou ao conhecimento da PRE na tarde desta sexta-feira (29).  Não há qualquer tipo de confirmação de que o acidente tenha acontecido nos últimos dias.

A prática dessas competições ilegais é comum no local, que tem tido constante vigilância policial, que deverá ser reforçada nos próximos meses.  Em parceria com a Polícia Militar, o Departamento Estadual de Trânsito (Detran) confirmou para janeiro de 2018 a entrega de novas viaturas, motocicletas e vans para operações e patrulhamento. A nota também fala de previsão do monitoramento eletrônico de velocidade das rodovias estaduais da região metropolitana e a instalação do vídeo monitoramento 24 horas por dia, através de câmeras operadas por policiais rodoviários, o que coibiria a prática desse tipo de crime.

Veja momento em que a moto é atingida (cenas fortes):

Veja mais vídeos registrando o ‘racha’ no local

 

 

 

 

Leia, na íntegra, a nota da Polícia sobre o assunto:

“A Polícia Militar do Maranhão, através do Batalhão de Polícia Militar Rodoviária, mediante convênio com o Departamento Estadual de Trânsito – DETRAN/MA, é responsável pelo policiamento ostensivo rodoviário preventivo/repressivo nas rodovias estaduais e áreas urbanas no Estado do Maranhão, visando coibir atos infracionais e ações criminosas de toda espécie, dentre elas estão as infrações e os crimes de trânsito, todos previstos no Código de Trânsito de Brasileiro, vem a público se manifestar sobre ocorrência de acidente motociclístico na Via Expressa, veiculado por redes sociais.

Não existem dados oficiais sobre o acidente veiculado, uma vez que nenhuma ocorrência foi registrada no CIOPS através do 190. Ainda não se tem informações sobre os veículos ou condutores envolvidos, mas diligências estão sendo feitas no sentido de uma melhor apuração dos fatos. Vale ressaltar que o Comando do Batalhão de Polícia Militar Rodoviária, tendo mapeado os locais e horários mais recorrentes, montou uma força-tarefa para coibir “pegas”, malabarismos, manobras arriscadas, dentre outras que, além de desrespeitar as leis de trânsito, colocam a vida dos próprios condutores, de pedestres e de outros condutores em risco, de maneira criminosa e irresponsável.

Várias operações preventivas já foram realizadas desde o final de 2016, inclusive de forma repressiva, como a que resultou em 32 (trinta e duas) motocicletas removidas e 02 (duas) pessoas conduzidas à delegacia por crimes de trânsito, nas proximidades da extensão nova da Av. Litorânea até o “Parquinho”. Outras operações são realizadas rotineiramente em avenidas de bairros como Cohatrac, Calhau, inclusive na Via Expressa, o que tem resultado em um número baixo desse tipo de ocorrência nessas áreas.

Visando aumentar a fiscalização e o policiamento rodoviário em toda a malha viária do Estado, o Governo do Estado, através do DETRAN, não tem medido esforços no sentido de modernizar e aparelhar a Polícia Militar Rodoviária, inclusive, confirmou para janeiro de 2018 a entrega (mediante convênio) de novas viaturas, motocicletas e vans para operações e patrulhamento, bem como há previsão do monitoramento eletrônico de velocidade das rodovias estaduais da região metropolitana e a instalação o vídeo monitoramento 24 horas por dia, através de câmeras operadas por policiais rodoviários, o que coibirá a prática deste e de outros tipos de crimes, permitindo uma ação mais vigorosa, rápida e contundente dos órgãos de Segurança Pública contra os infratores das leis.” Assina o Tenente Coronel Augusto  Carlos Soares Magalhães, comandante do Batalhão de Polícia Rodoviária.