Home Maranhão Corpo de Othelino Filho será sepultado no Cemitério do Gavião

Corpo de Othelino Filho será sepultado no Cemitério do Gavião

Corpo de Othelino Filho será sepultado no Cemitério do Gavião

O sepultamento do jornalista Othelino Filho, pai do do deputado Othelino Neto (PC do B), está marcado para este sábado (16), às 10h, no Cemitério do Gavião, localizado no bairro da Madre Deus, em São Luís. O velório acontece na Assembleia Legislativa do Maranhão (Alema) desde a tarde desta sexta-feira (15).

Othelino Filho (67 anos), pai do deputado Othelino Neto (PC do B), faleceu na tarde da última quinta-feira (14) por complicações cardiovasculares, em São Paulo. O filho do jornalista é o presidente em exercício da Alema.

Nascido em 22 de dezembro de 1949 na cidade de Sobral, no Ceará, Othelino Filho é filho do jornalista maranhense Othelino Nova Alves e da cearense Zeneida Parente Alves, Othelino Filho, e desde pequeno seguiu os passos de seu pai.

Luto Oficial

A Mesa Diretora da Assembleia Legislativa do Estado do Maranhão decretou Luto Oficial pelo falecimento do jornalista, que atuou por quase 10 anos como diretor de Comunicação da Assembleia Legislativa do Estado do Maranhão (1993-2003) e destacou-se no estado pela escrita de resistência.

Imagem: Nelson Melo

Jornalistas e autoridades lamentaram a morte de Othelino Filho

 

O diretor de Relações Institucionais da Cemar, José Jorge Soares Leite, lamentou a morte do jornalista e se solidarizou aos seus familiares pela grande perda.  “Quero lamentar a morte de Othelino Filho. A perda da referência familiar é muito dolorida. A família perde um referencial de vida, a perda de um ente querido abala as estruturas familiares. O que a gente espera é que esse sentimento de perda se torne um sentimento de boas lembranças, afinal de contas, é isso que fica”, enfatizou José Jorge.

“Vim prestar a minha homenagem tanto ao deputado Othelino Neto como a seu pai, Othelino Filho que deixou o seu legado ao Estado do Maranhão.   Esse sentimento de perda é muito dolorido, mas Deus dará o conforto”, afirmou o secretário de Gestão e Transparância do Maranhão, Rodrigo Lago.

O presidente da Academia Maranhense de Letras, jornalista Benedito Buzar ao lamentar a morte de Othelino Filho, disse que era amigo de longas datas. “Fomos companheiros de geração. Trabalhamos em jornal diferente, mas sempre com respeito mútuo. Infelizmente, partiu prematuramente. Não era o momento”, acentuou ele.

“Foi muito bom trabalhar com ele. Era um bom companheiro, sempre me deixava à vontade para trabalhar. Eu acho que quem trabalhou com o velho companheiro Othelino Filho, encontrou uma pessoa acessível e compreensiva. É por isso que eu estou aqui  prestando a minha homenagem ao grande amigo”, disse o jornalista e escritor Herbert de Jesus Santos que trabalhou com Othelino quando do lançamento dos livros ‘A Oligarquia da Serpente’ e ‘A Pena do Abutre’.

O deputado federal José Reinaldo Tavares também compareceu ao velório para dar p último adeus ao jornalista.